Friday, March 16, 2012


Programa:
Joseph Haydn: Quarteto de cordas em Sol menor, op.20 nº3
Daniel Martinho: Antologia do Tempo 1 (estreia mundial; encomenda da Casa da Música)
Claude Debussy: Quarteto de Cordas em Sol menor

A tonalidade de Sol menor é a mesma, a divisão tradicional em quatro andamentos também, há mesmo uma certa elegância que as duas obras partilham, mas os quartetos de Haydn e Debussy que o Quarteto de Cordas de Matosinhos apresenta neste fascinante programa são completamente distintos. Se é verdade que Debussy procurou escrever um Quarteto na melhor tradição do género, as suas inovações harmónicas deram a esta obra, escrita a par do Prelúdio para a sesta de um fauno, um rasgo de modernidade que marcou a sua passagem para a maturidade. Assinalando a sua estreita colaboração com a Casa da Música, o Quarteto de Matosinhos estreia o quarteto de Daniel Martinho, escrito no âmbito da sua residência enquanto Jovem Compositor em 2010.


2 comments:

diana said...
This comment has been removed by the author.
Anonymous said...

Todos os concertos do Quarteto de Cordas de Matosinhos são muito bons, mas este foi perfeito.
Foi óptimo a sala estar cheia - muitas pessoas puderam usufruir daquele momento extraordinário.
Mesmo quem não sinta a maior empatia com as obras em programa terá sido tocado pela total entrega dos músicos, extraordinário desempenho musical e profissionalismo. O prazer de fazer música passa integralmente para a plateia, que não pode senão fruir a música de forma intensa.
Mais do que um conjunto de óptimos músicos, o Quarteto de Cordas de Matosinhos representa uma identidade singular (que poucos grupos conseguem atingir).
Obrigada pelo vosso exemplo.

Diana Ferreira